fma-topdiv2

Oficina impulsiona a organização do turismo responsável na região da Barra do Mamanguape

04/06/2024        

Notícias

Gravata:
Atores sociais dos setores de hospedagem, alimentação, artesanato e instituições organizam comitê para pensar e cocriar o turismo sustentável e comunitário na região.

 

No início do mês de maio, atores que atuam na cadeia produtiva do turismo da região da Barra do Mamanguape, Rio Tinto, Paraíba, reuniram-se na Oficina de Fortalecimento do Comitê de Turismo de Base Comunitária, promovida pela Fundação Mamíferos Aquáticos, a partir do projeto Rota do Peixe-Boi-Marinho. O evento é parte de uma série de oficinas de gestão participativa iniciada em 2023 com o objetivo de pensar e cocriar ações que fortaleçam o turismo sustentável e comunitário na região, reunindo representantes locais em uma jornada de reflexão e colaboração.

A oficina contou com a participação de vinte e quatro atores sociais dos setores de hospedagem, alimentação, artesanato e representantes de organizações da sociedade civil e do NGI ICMBio Mamanguape.

Pensando o Comitê

Na oficina anterior, em dezembro de 2023, os participantes refletiram sobre temas como identidade cultural, potencialidades locais e desafios socioambientais. Neste último encontro, a organização e gestão do Comitê de Turismo de Base Comunitária foram temas centrais, com grupos de trabalho discutindo estratégias para as áreas de hospedagem, alimentação e bebidas, artesanato e participação das instituições locais. Os atores sociais identificaram as necessidades específicas de suas áreas de atuação e debateram propostas de soluções, visando fortalecer os diversos setores da economia local e promover um turismo sustentável.

Salvaguardar Raízes

A preocupação em preservar as raízes das comunidades também esteve fortemente presente, destacando a necessidade de uma ação coletiva e orgânica para enfrentar os desafios e desenvolver a economia local com respeito ao modo de vida das pessoas e à relação com o meio ambiente.

Durante a jornada, diversas provocações e reflexões estimularam o pensamento crítico e o debate sobre questões como a definição de turismo comunitário, a integração da comunidade e a valorização dos serviços e produtos, além dos desafios da especulação imobiliária e do aumento do impacto ambiental.

Próximos Passos

O próximo encontro já está agendado: dia 28 de maio, na Associação da Praia de Campina. Até lá, os participantes terão bastante trabalho pela frente, como a criação de um plano de ação para o comitê, a construção de uma proposta de Estatuto e Regimento Interno e a definição de estratégias de mobilização e entrada de novos atores do território.

A Rota do Peixe-Boi Marinho é uma iniciativa de turismo sustentável realizada pela Fundação Mamíferos Aquáticos, em parceria com a Fundação Grupo O Boticário e o Ministério do Meio Ambiente. Visa promover a conservação dos peixes-bois-marinhos e de seus habitats, bem como o desenvolvimento econômico sustentável das comunidades locais. Conta com o apoio da APA da Barra do Rio Mamanguape/ICMBio e Arie Manguezais da Foz do Rio Mamanguape/ICMBio.


Palavra-chave: Turismo Sustentável na Barra do Mamanguape

Metadescrição: Atores sociais se unem em oficina para promover o turismo sustentável na Barra do Mamanguape, Paraíba, focando na preservação cultural e no desenvolvimento econômico local.

—--


Roteiro - Experiência Rota do Peixe-Boi-Marinho

09h - Recepção na Loja/oficina do Peixe-Boi & Cia;
Seguiremos com o grupo para a base do ICMBio - APA da Barra do Rio Mamanguape;

09h:15min - Será realizada uma dinâmica de chegada (maré - cheia), nos dividiremos em grupos menores para trabalharmos com temáticas específicas (Manguezal, Arrecifes e Restinga).

09h:25min - Preparação para experiência embarcada: Navegaremos pelas águas do rio Mamanguape, o grupos menores seguirão com equipe da FMA para os seguintes atrativos -

 


Arrecifes
Equipe 2 (Arrecifes): Três condutores de visitantes/embarcações + 1 técnico da FMA - 14 alunos + guia de turismo (Agência Oxe);

Conheceremos o ambiente recifal e sua importância para a vida marinha, observaremos a fauna e flora, destacaremos informações geográficas sobre esse ambiente e a história geológica desta barreira física;

Restinga

Equipe 3 - (Restinga): Três condutores de visitantes/embarcações + 1 técnico da FMA - 19 alunos + 2 professores;

Analisaremos a importância dessa vegetação, sua conexão com a faixa de praia e ambiente estuarino, qual a importância desse ambiente para o peixe-boi-marinho e a vida marinha;

Duração: 09h:30min até 10h:30min

10h:30min - 10h:50min- Na sequência, todas as embarcações seguirão para a crôa do meio (banco de areia mais central ao estuário),

11h:00 - 11h:30min - faremos a experiência da catação do marisco, analisaremos a dinâmica das marés e o processo de sedimentação do rio (deposição de areia), observação de fauna e flora.

11h:45min - - Navegaremos para a Aldeia Tramataia - Ponto do Almoço

12h:15min - 13h:15min - ALMOÇO

13H:15min - 13H:35min: retorno para a Base do ICMBio - Passagem no centro de visitantes;

13h:45min - 14h:10min - Centro de Visitantes/ICMBio - Museu com palestra da equipe;

Parada na loja/Oficina - 14h:25min - 14h:45min (Entendimento do processo de produção das pelúcias e compra de lembrancinhas).

Compartilhe com os amigos!

div-wave01